header
Pesquisa Avançada
Your search results

Financiamento imobiliário: conheça a modalidade mais vantajosa

por Mais M2 em 16 de novembro de 2020
Financiamento imobiliário: conheça a modalidade mais vantajosa
Comentários aprovados:0

A casa própria continua sendo o principal sonho de boa parte dos brasileiros. O aluguel é uma despesa que desagrada a todos, fazendo a busca pelo imóvel próprio se tornar cada vez maior. Entretanto, um investimento de tamanha grandeza não pode nem deve ser feito sem planejamento: para aqueles que não dispõem de recursos para comprar seu imóvel à vista, existem linhas de financiamento com vantagens e características diferentes uma da outra. Assim, é fundamental estar atento a cada uma delas e escolher a que mais se alinhe à sua realidade e ao seu bolso.

Comentaremos, aqui, sobre as características dos dois principais modelos de financiamento de imóveis vigentes no Brasil atualmente: o SFH e o SFI.

Esse tema lhe interessa? Então, continue a leitura!

O SFH

O SFH, ou Sistema Financeiro de Habitação, é um modelo de financiamento que existe desde 1964 e utiliza os recursos da caderneta de poupança e do FGTS. Assim, a principal fonte de recursos para essa modalidade de financiamento vem do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), que determina que um percentual dos investimentos feitos em poupança seja destinado ao financiamento imobiliário.

Sendo assim, o SFH consiste em uma modalidade de crédito voltada tanto para a compra de terrenos quanto de imóveis, sendo oferecida pelas instituições públicas e privadas. Por meio dessa modalidade é possível financiar imóveis novos e usados, com prazo de pagamento que pode chegar até 35 anos. Pelo SFH o usuário pode financiar até 80% do valor total do imóvel, sendo que as prestações mensais não podem ultrapassar 30% da renda da família. Essa modalidade é considerada, atualmente, a mais popular no que diz respeito aos tipos de financiamento imobiliário disponíveis no Brasil.

Os pré-requisitos para adquirir um imóvel por meio do SFH são poucos: é preciso apenas ser brasileiro, maior de idade e comprovar não possuir restrições junto aos serviços de proteção ao crédito, além de ter renda comprovável. Os imóveis financiados via SFH devem ser avaliados em, no máximo, R$ 1,5 milhão, e o financiamento é feito com juros de 12% ao ano. Os imóveis financiados via SFH devem ser utilizados exclusivamente para a moradia.

O SFI

O SFI, Sistema de Financiamento Imobiliário, existe no Brasil desde 1997 e é adequado às propostas de financiamento que estão fora das regras do SFH. Os recursos para esse modelo de financiamento vêm de fonte institucional, como seguradoras e bancos de investimento. Nesse modelo, os imóveis financiados podem ser avaliados em qualquer valor acima de R$ 1,5 milhão, não havendo, assim, um teto máximo para a avaliação. Não há, também, um limite para o comprometimento da renda do comprador.

Quem opta pelo SFI pode ter até 90% do imóvel financiado, sob taxas de juros que variam de 12 a 16% ao ano. O prazo máximo para pagamento é o mesmo do SFH: até 420 meses. Os imóveis financiados pelo SFI podem ser utilizados para fins comerciais.

Qual modelo me oferece mais vantagens?

Tudo dependerá da sua necessidade e da sua disposição financeira. Assim, é fundamental que você avalie a sua renda e tenha a dimensão do impacto que o financiamento terá no seu orçamento. Se planejar é palavra de ordem!

Ainda restam dúvidas sobre Gerenciamento Imobiliário? Entre em contato conosco e saiba mais!

Compartilhar

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.

Comparar