fbpx
header
Pesquisa Avançada
Resultados da sua pesquisa

Plantas para ambientes internos – Confira algumas

por Mais M2 em: 21 de fevereiro de 2020
Plantas para ambientes internos – Confira algumas
Comentários aprovados:0

Saber fazer uma escolha assertiva de plantas para ambientes internos é fundamental para dar um toque diferenciado à decoração, sem o risco de ver esses elementos morrendo antes do tempo. Algumas plantas se adaptam melhor a ambientes fechados, com menor incidência solar e potencial contato com o ar condicionado. Conheça algumas espécies adequadas para acrescentar à sua decoração. 

8 Plantas para ambientes internos: escolha a sua preferida e decore seu lar

Existem algumas plantas que conseguem se desenvolver com saúde em apartamentos e ambientes de menor porte, destacam-se espécies que precisam de menos incidência solar. Confira, a seguir, 8 plantas que podem ser incluídas na sua decoração. 

1 – Espada de São Jorge

Algo bastante interessante sobre essa planta é o fato de que ela tem como uma de suas principais características filtrar os poluentes, de maneira a purificar o ar. Para quem é supersticioso, vale mencionar que a Espada de São Jorge é considerada um instrumento contra inveja e mau olhado, especialmente quando posicionada perto da porta. 

2 – Antúrio

Uma planta que não se dá bem com incidência solar direta, exatamente por isso, é uma ótima opção para apartamentos com pouca luz natural. Mas, atenção para algumas dicas de decoração e paisagismo específicas para aplicar em relação a ela, tenha um espaço razoável, considerando que pode chegar a 90 cm de comprimento. Você pode cultivá-la em vasos ou até mesmo num jardim interno. 

3 – Palmeira-Leque

Quer uma planta diferenciada para seu apartamento? Então, a dica é a Palmeira-Leque, que, além de exótica, tem crescimento lento, de maneira que é possível acompanhar todo o seu desenvolvimento. Trata-se de uma planta que pode ser posicionada no hall de entrada, no banheiro, sala e até varanda. Dentre os cuidados que ela demanda estão limpar as folhas secas que caem e mudá-la de vaso a cada dois anos. 

4 – Begônia

Uma planta que tem lindas flores, se for cultivá-la em um vaso, opte por uma versão menor para acomodar com mais adequação essa espécie delicada. É importante ficar atento para não regar demais e nem deixar água faltar, e também ao fato de que existem begônias para ambientes internos e externos, informe-se antes de escolher a planta que vai comprar. 

5 – Lírio da Paz

Por se adaptar facilmente ao ambiente, o Lírio da Paz pode ser cultivado em áreas internas ou externas. Não demanda muitos cuidados e nem muita luz para crescer com saúde. O seu visual contribui para deixar a decoração mais interessante e pode se tornar um elemento diferenciado no ambiente. 

6 – Samambaia

Trata-se de uma das principais escolhas para a área interna de imóveis por se adaptar com facilidade a condições variadas. A Samambaia consegue crescer com ou sem luz e não demanda um cuidado tão intenso em relação a regas. A única dica pertinente é evitar deixá-la recebendo luz solar diretamente. 

7 – Neoregelia

De aparência imponente, a Neoregelia faz parte da família das bromélias, tendo como ponto diferencial suas largas folhas. Como essa espécie tem preferência por ambientes de sombra e com umidade, pode se adaptar bem a ambientes internos. Cresce tanto em ambientes com luz natural como artificial.

8 – Aglaonema

Ideal para ambientes com pouca incidência de luz solar, não demanda muitos cuidados e mantém seu viço por tempo prolongado. A recomendação para manter essa planta com saúde é regar uma vez por dia. Não é exigente quanto à adubação e gosta do clima tropical. Tem uma aparência interessante para a decoração. 

Gostou dessas dicas de plantas para ambientes internos? Tem ou já teve alguma dessas espécies em casa? Comente abaixo!

Imagem: https://www.shutterstock.com/home

Compartilhar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Comparar