header
Pesquisa Avançada
Your search results

Saiba como encontrar um imóvel perfeito para você. Veja as dicas

Mais M2 por Mais M2 em 6 de abril de 2020
Saiba como encontrar um imóvel perfeito para você. Veja as dicas
Comentários aprovados:0

Você tem procurado pelo imóvel perfeito, mas não tem obtido sucesso em sua empreitada? Saiba que para encontrar a opção ideal de lar, tanto para seu bolso quanto para suas questões práticas do dia a dia, é necessário ficar atento a alguns critérios. Entenda como fazer uma busca criteriosa para chegar à melhor alternativa.

Imóvel perfeito: como encontrar?

A seguir, listamos uma série de dicas para quem está pensando em comprar um imóvel e quer ter a certeza de que está fazendo um bom negócio. 

1 – Visite o imóvel em diferentes horários

Essa é a dica primordial para quem está pensando em comprar imóveis, pois permite conhecer a rotina do bairro em que o mesmo está inserido, além de garantir uma observação da iluminação no decorrer do dia. À noite, a vizinhança pode ser bem tranquila, mas pela manhã começar com a agitação bem cedo ou o contrário. Fazer visitas em diferentes momentos faz com que você entenda como é a lógica da região e se há motivos para se sentir inseguro ou desconfortável em algum horário. 

2 – Avalie o espaço interno do imóvel

O imóvel ideal para você é aquele em que os cômodos têm espaço suficiente para alocar os seus móveis preferidos, mantendo um bom espaço de circulação. Ao visitar uma casa ou apartamento com potencial de compra, é interessante ter uma fita métrica em mãos para medir os espaços e conferir se estantes, armários, entre outros móveis, caberão com facilidade. 

Isso evita ter que fazer novos gastos para comprar móveis novos. Uma dica é que existem aplicativos que permitem tirar fotos de espaços com cálculo automático de medidas, o que facilita muito esse processo. 

3 – Considere a metragem e não o número de cômodos

Nesse processo de busca por uma casa ou apartamento, vale a pena consultar o corretor de imóveis em relação à metragem das alternativas visitadas e não somente pelo número de cômodos. Lembre-se que se a metragem for satisfatória, será possível fazer uma reforma. Colocando na ponta do lápis, você pode descobrir que sai mais em conta em médio e longo prazo a compra de um imóvel com mais espaço e que precisará de reforma do que um menor que já possui divisão de mais cômodos.

4 – Imóvel novo x imóvel usado

Ter a definição de que tipo de imóvel você prefere é essencial para tornar mais inteligente o uso de filtros de busca. Imóveis novos têm como pontos positivos ter mais vagas na garagem, espaço de lazer, mais tecnologia de segurança e potencial para menos gastos com manutenção, já que fiação e encanamento são novos. No entanto, costumam ter espaços internos bastante compactos e um número significativo de moradores por condomínio, além de serem mais caros.

Por sua vez, os imóveis antigos geralmente têm áreas internas maiores, demandam menos gastos com acabamentos e costumam ter preços de compra mais baixos. Mas, é importante ressaltar que normalmente têm menos vagas na garagem, não costumam ter espaços de lazer, podem necessitar de manutenção estrutural e o valor do condomínio costuma ser mais alto, pelo fato de que há menos moradores na unidade. 

Faça um balanço de quais são as suas necessidades para determinar se o imóvel novo ou usado é o mais adequado. Com essa decisão tomada, você consegue um atendimento mais assertivo do corretor de imóveis.

5 – Avalie o potencial de valorização e depreciação do imóvel

Antes de fechar o negócio, é essencial fazer uma avaliação pertinente quanto ao potencial de valorização e depreciação do imóvel. Analise como será o futuro da região em que ele está localizado, se há potencial para o crescimento dela com a construção de novos empreendimentos, como escolas, shoppings centers, entre outros. Verifique, também, como está a curva da violência no local para fazer uma projeção para os próximos anos. 

Esperamos ter ajudado na escolha do imóvel ideal! Lembre-se que nesse momento o importante é controlar a ansiedade para analisar cada ponto com cautela e, assim, tomar a melhor decisão.

Imagem: https://www.shutterstock.com/home

Compartilhar

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.

Comparar